Qual é, de fato, a importância de regularizar o CPF até o final do ano?

Regularizar Cpf Ate O Final Do Ano Saiba Como Fazer Blog - Regulariza Portal

Compartilhe nas redes!

Regularizar CPF até o final do ano? Entenda por que é necessário!

A irregularidade do CPF pode trazer vários problemas para a sua vida, inclusive impedir de efetuar compras ou mesmo prestar concurso público. Saiba como fazer para solucionar esse problema lendo nosso artigo. 

Muitos cidadãos possuem pendências em seus CPFs e isso gera diversos impedimentos no dia a dia, nesse contexto, regularizar o CPF até o final do ano passa a ser algo essencial.

O CPF tem como objetivo fazer com que a administração tributária possa identificar e fazer a localização dos cidadãos brasileiros com mais facilidade, bem como acompanhar o correto cumprimento das obrigações fiscais.

O Cadastro de Pessoa Física (CPF) é composto por uma sequência de 11 dígitos, sendo único e intransferível, sua mudança só pode ocorrer apenas em casos extremos e específicos.

Em diversas situações esse cadastro é exigido e por isso é essencial mantê-lo sempre regularizado. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue conosco!

Como regularizar o CPF até o final do ano?

Existem várias situações que podem alterar a situação do status do CPF, como por exemplo quando um contribuinte não paga o Imposto de Renda, mesmo sendo sua obrigação.

Se você fez sua consulta e constatou que seu CPF está pendente de regularização, você precisará fazer a entrega de sua declaração anual de Imposto de Renda, mesmo que esteja fora do prazo.

Esse processo é essencial para a regularização do seu CPF. Caso isso seja ignorado, o contribuinte sofrerá as complicações estipuladas pelo Governo Federal.

Algumas delas são: a perda do acesso a contas bancárias, o impedimento de renovar o passaporte, a impossibilidade de pedir empréstimo e obter financiamentos entre vários outros.

É bastante complicado, não é mesmo? Se após fazer a consulta você percebeu que seu CPF precisa de regularização, alguns passos terão que ser seguidos:

Envio da declaração de Imposto de Renda

Esse será o primeiro passo a ser dado para a regularização do seu CPF, caso o motivo esteja relacionado à sua declaração. Para que isso seja feito, é preciso simplesmente seguir as orientações fornecidas pelo próprio site.

Será preciso baixar o programa de envio da declaração do Imposto de Renda, fazer o preenchimento dos dados necessários e enviar para a Receita Federal.

Pagamento do DARF

O segundo passo é pagar o Documento de Arrecadação da Receita Federal (DARF). 

Esse pagamento é referente ao valor devido, a multa de atraso e tributação, o pagamento é feito através de um boleto.

O pagamento deve ser realizado em até 30 dias e o documento é calculado e pode ser impresso pelo próprio sistema da Receita Federal.

Após ter sido feito esse processo, será feita a revisão e a finalização, assim o CPF será liberado.

Regulariza Portal: vamos ajudar você a estar em dia com o fisco com mais facilidade!

Ficou evidente a importância de regularizar o CPF até o final do ano, não é mesmo? Quanto antes essa situação for resolvida melhor será.

Iniciar um novo ano sem nenhuma pendência é uma ótima forma de evitar consequências negativas de possuir um documento com irregularidades.

Lembrando que na hora de fazer sua declaração de Imposto de Renda podem surgir dúvidas, pois se trata de um processo não tão simples, mas não se preocupe, temos a solução.

Nós, da  Regulariza Portal, temos a expertise necessária para ajudar você nessa tarefa. 

Entre agora em contato com a gente, clicando no ícone do WhatsApp, e fale com um de nossos especialistas!

Contratar um profissional para fazer minha declaração de Imposto de Renda!

Classifique nosso post post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Posts Relacionados

O - Regulariza Portal

CND Receita Federal: como emitir?

Confira como emitir a Certidão Negativa da Receita Federal Apresentaremos, neste artigo, quais são os procedimentos necessários para emitir a sua CND da Receita Federal